Um rio, comunidades, transformações. A exposição “Ler a Luz – olhares sobre a Volta Grande do Xingu”, traz registros feitos na Ilha da Fazenda, uma comunidade situada na Volta Grande do Xingu, próximo ao local em que o rio foi barrado e submetido à drástica redução em seu volume d’água pela hidrelétrica de Belo Monte. As fotos são de Aran Neas, Marise Maués e Mônica Lizardo, e de crianças das comunidades com as realizaram oficinas de pinhole, a fotografia pelo furo da agulha.

Em meados de 2017, ali naquele domínio das águas, os jovens viram seu próprio cotidiano e a beleza da região através das pinhole e da câmera escura. “Por alguns dias estivemos mergulhados na experiência da gênese da formação das imagens e as minúcias que compõe aquele lugar, com toda singularidade de sua cultura, foram se insinuando, se delineando. Ler a luz apresenta fragmentos de uma experiência: deles e nossa”, diz Mônica. Uma vivência partilhada na magia da câmera escura, e na brincadeira com os “pinceis de luz” que revelaram os peixes ornamentais pelo olhar das crianças da Ilha – como compromisso não mais que o desejo de navegar, de brincar com as imagens, feito curumim livre nas águas do Xingu.

 

Fotoativa Portas Abertas: Bate papo com Marise Maués e Mônica Lizardo:

Quarta-feira, 30 de maio de 2018, a partir das 19h
Fotoativa – Praça das Mercês, 19 / Bairro da Campina
Próximo ao Ver-O-Peso, de frente para Seccional do Comércio
Entrada Franca


Postado por

Fechado para comentários.

http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html