Colóquio de Fotografia e Imagem passeia pelo universo da construção de narrativas

Uma plataforma de discussão e troca de pesquisas em torno da imagem e suas perspectivas contemporâneas: o X Colóquio de Fotografia e Imagem, uma realização da Associação Fotoativa e o Programa de Pós-Graduação em Artes da Universidade Federal do Pará, irá reunir estudantes, pesquisadores, professores, artistas e interessados pelo campo visual entre os dias 22 e 25 de agosto, em diversos pontos de estudos e artes de Belém. O evento, realizado desde 2002, é um trabalho coletivo de instituições culturais parceiras, e em 2018 será realizado nos espaços da Fotoativa, do Centro Cultural Sesc Boulevard, da Galeria Benedito Nunes e da Casa das Artes, com inscrições gratuitas.

Arquivos e Outras Memórias, tema desta edição, serão percorridos entre leituras de portfólios, conferências, oficinas, laboratórios temáticos e projeções na tentativa de ampliar o alcance do campo de pesquisa e exercício visual, assim como a externalização do conhecimento para além da universidade. De acordo com Camila Fialho, presidente da Associação Fotoativa, extrapolando a preocupação com os arquivos da própria entidade, essa parceria com o PPG em Artes “abre a reflexão para pensar o lugar entre o público e o privado, o cruzamento dessas memórias, como se conformam na formulação de narrativas a partir de uma perspectiva outra que não aquela ditada no centro do país. Este ponto aliás converge para uma reflexão acerca do lugar dessas outras memórias que ficam veladas nos discursos hegemônicos. O que queremos trazer para debate é um pouco de tudo isso”.

Foto: André Parente

Consolidando a importância deste lugar de troca e compartilhamento do saber, esta edição do projeto conta com o apoio dos grupos de pesquisa “Bordas Diluídas” – CNPq / UFPA, “Arte Memória e Acervos na Amazônia” – CNPq/UFPA, “Grupo de Pesquisa LAB AMPE” – CNPq/UFPA e “Arte Contemporânea nos Acervos e Museus Paraenses” – vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Linguagens e Cultura – PPGCLC/Unama, e com a colaboração dos centros de pesquisa CRAE – Centre de Recherche en Arts et Esthétique, da Université de Picardie Jules Verne | UFR des Arts, o Institut ACTE, da Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne, e o LAA, Laboratoire Architecture Anthropologie UMR LAVUE, da École Nationale d’Architecture de Paris La Villette, através do coletivo francês Suspended Spaces. “O colóquio é de suma importância pois é fruto da colaboração de várias instituições por um fim comum que é a reflexão acerca da imagem, tanto por parte de realizadores, quanto por parte de pesquisadores e críticos. O colóquio vem sendimentando um local do conhecimento e a sociedade civil organizada e as instituições de ensino trabalham como aliadas em prol do debate e da ampliação dos conhecimentos”, diz Orlando Maneschy, presidente da Comissão Organizadora do evento.

As reflexões serão acerca do universo dos arquivos, repertórios imagéticos e documentais que reservam, cada qual, sua singularidade. Um arquivo sempre diz muito acerca das memórias de um lugar, desdobrando-se em histórias possíveis ainda inacabadas. O colóquio será um convite a refletir sobre como nascem arquivos e acervos, de que forma conformam suporte para construção de narrativas, como se vinculam às histórias de uma localidade, de uma geração ou de um território, como se atrelam a determinado espaço e dele reverberam outras leituras contextuais, afetivas ou poéticas.

O evento será um passeio por narrativas pessoais e coletivas, incluindo a trajetória da Associação Fotoativa que comemora, em agosto deste ano, 34 anos de ações culturais ininterruptas. “Atuar em uma instituição com mais de três décadas é um grande desafio que se apresenta tanto maior quando compreendemos através de seus arquivos que as memórias ali abrigadas são coletivas e que transbordam sua própria história”, diz Camila.

Dentre suas ações, o Colóquio Fotografia e Imagem surge como um potente espaço de troca reunindo artistas e pesquisadores locais, nacionais e internacionais com a proposição de estimular a reflexão crítica sobre a relação entre produção imagética e os diversos campos do conhecimento. O evento estabelece um fórum permanente de criação e compartilhamento de informações entre pesquisadores, profissionais e estudantes ligados ao campo da fotografia e outras imagens, no estado e fora dele. Interessados em compartilhar trabalhos e pesquisas em conexões com o tema do encontro, podem se inscrever para apresentações dentro da plataforma Comunicações no Laboratórios Temáticos, com os temas propostos: Acervos Amazônicos; Arquivos apropriados em processos artísticos/criativos; Arquivos e Memórias Ancestrais; Memórias Suspensas e Projetos Modernos na Amazônia.

A programação tem ainda a IV Mostra de Projeções Fotoativa, que está em chamada aberta a trabalhos, com o intuito de transpor fronteiras e celebrar o convívio em espaços públicos da cidade. A mostra celebra o 34­º aniversário da Fotoativa, em uma noite de projeções em grande formato na praça das Mercês, trazendo trabalhos de artistas de toda e qualquer parte, e de linguagens diversas.

Arquivos do acervo da Associação Fotoativa.

Histórico do Colóquio Fotografia e Imagem

Em suas nove edições, realizadas entre 2002 e 2013, o Colóquio promoveu discussões sobre a fotografia pensada a partir do conhecimento semiótico, histórico, antropológico e da história da arte. Colocou em debate a crítica fotográfica, abordou questões em destaque no campo das artes visuais contemporâneas através dos temas “Identidade e Percepção”, “Poéticas e Processos”, “Materialidades da Fotografia”, “Imagem-cidade”. Em 2010, reuniu gerações de pesquisadores para discutir as bases do pensamento fotográfico a partir do tema “Filosofias da Imagem: Poéticas da Caixa Preta”. E em sua última edição, realizada em 2013, retomou o tema das “Autografias” resgatando práticas de leituras de artistas e de pensadores que eram organizadas pelo coletivo entorno da Fotoativa nos anos 1980.

Palestras, minicursos, leituras de portfólios, mesas-redondas e conferências, bem como mostras de fotografias e exposições foram articuladas ao longo dessas nove edições realizadas do Colóquio Fotografia e Imagem, constituindo um cenário singular em que a academia, a sociedade civil organizada e órgãos de cultura estaduais e nacionais somaram esforços na realização de um evento que trouxe, ao centro do debate, uma produção ímpar da fotografia brasileira e internacional. O Colóquio se compôs como um território de fluxo entre academia e sociedade desde seu início, fomentando a combinação de olhares e pesquisas, numa perfeita associação de perspectivas.

Ao longo de suas edições, vários foram os espaços e instituições apoiadoras, como o Instituto de Artes do Pará (hoje denominada Casa das Artes), o Museu do Estado do Pará, o Núcleo de Artes da Universidade Federal do Pará, o Sesc Boulevard/PA, dentre outros órgãos co-participantes, viabilizando a vinda de nomes como os pesquisadores Arlindo Machado, Etienne Saiman, Ernani Chaves, Sandra Rey, Mário Ramiro, Benedito Nunes, curadores como Eduardo Brandão e Rosely Nakagawa, artistas como Élida Tessler e a fotógrafa equatoriana Lucía Chiriboga.

 

Serviço:

O X Colóquio de Fotografia e Imagem será realizado em Belém, entre os dias 22 e 25 de agosto, nos espaços da Fotoativa, Centro Cultural Sesc Boulevard, Galeria Benedito Nunes e Casa das Artes. Mais informações em www.fotoativa.org.br/coloquio2018/, nas redes sociais da Fotoativa ou pelo 3225-2754. A participação no evento é gratuita. Oficinas e leituras de portfólio terão inscrições específicas devido ao número limitado de vagas a partir de 10 de agosto. Interessados em obter certificados de participação em mesas e palestras devem realizar credenciamento in locu no primeiro dia de Colóquio.   

IV Mostra de Projeções Fotoativa, com inscrições abertas até as 23h59 do dia 5 de agosto. Haverá seleção para compor a mostra principal, com projeção em grande formato, sonorizada, em praça pública, a ser realizada no dia 24 de agosto, na Praça das Mercês.

Laboratórios Temáticos, a submissão de trabalhos (via resumo) será feita exclusivamente através do e-mail coloquio@fotoativa.org.br até as 23h59 do dia 05 de agosto de 2018. Não serão aceitas inscrições durante o evento.

geral”

X Colóquio Fotografia e Imagem
Arquivos e outras memórias

22 agosto QUARTA-FEIRA
na Fotoativa 

16h _ Credenciamento
18h30 _ Abertura oficial
19h _ Palavras iniciais com Miguel Chikaoka
Fotografias e memórias de um arquivo : a Fotoativa

19h30 _ Conferência com Mariano Klautau Filho
Fotografia no Brasil hoje, aqui, ali e ao redor – questões contemporâneas e parciais sobre coleções, acervos e exposições

21h _ Abertura de exposições
Em Processo de Éder Oliveira
Todas as Águas de Véronique Isabelle
Breu das Horas de José Viana
Arquivos Audiovisuais do coletivo Suspended Spaces

 


 

23 agosto QUINTA-FEIRA

9h Workshops
na Casa das Artes | Fundação Cultural do Pará

O Arquivo abissal: processos de criação
com Susana de Sousa Dias

Passagens entre fotografia e cinema na arte brasileira
com André Parente

10h Laboratórios temáticos de pesquisa
na Fotoativa
1) Acervos Amazônicos
2) Arquivos apropriados em processos artísticos | criativos

14h Leitura de portfólios com Mariano Klautau Filho
na Fotoativa

16h  Mesa 1 _ Acervos em perspectivas dialógicas
no Sesc Boulevard
Rosângela Britto (PPGArtes – UFPA | Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA)
Daniel Sosa (CdF Montevidéu / UY)
Marisa Mokarzel (PPGArtes UFPA)
Mediação: John Fletcher (Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA)

18h Mesa 2 _ Acervos, documentação e práticas artísticas
no Sesc Boulevard
André Parente
(UFRJ – Escola de Comunicação – N-Imagem)
Alexandre Sequeira (Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA | Doutorando UFMG)
Maria Christina (Artista e Pós-Graduanda – NAE – UFPA )
Mediação: Orlando Maneschy (PPGArtes – UFPA | Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA)


20h Abertura da Exposição Outros documentos
na Galeria Benedito Nunes | Fundação Cultural do Pará – FCP
com André Parente, Armando Queiroz, Christian Bendayan, Claudia Leão, Debora Flor, Éder Oliveira, Elza Lima, Luciana Magno, Maria Christina, Marise Maués, Miguel Chikaoka, Patrick Pardini, Rafael Matheus Moreira e Rodrigo José
curadoria de Camila Fialho e Orlando Maneschy

 


24 agosto SEXTA-FEIRA

9h Workshops (continuação)
na  Casa das Artes | Fundação Cultural do Pará

O Arquivo abissal: processos de criação
com Susana de Sousa Dias

Passagens entre fotografia e cinema na arte brasileira
com André Parente

10h  Laboratórios temáticos de pesquisa
na Fotoativa
3) Arquivos e Memórias ancestrais
4) Memórias suspensas e projetos modernos na Amazônia

14h Leitura de Portfólio com Daniel Sosa
na Fotoativa 

16h   Mesa 3_ Memórias contadas, histórias narradas
no Sesc Boulevard
Almires Martins
(Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD |Membro do Instituto Indígena Brasileiro para a propriedade Intelectual)
Cláudia Leão (PPGArtes – UFPA | Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA)
Zélia Amador de Deus (Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA)
Mediação:  Véronique Isabelle (Doutoranda em Antropologia – UFPA)

 

18h   Mesa 4 _ Hibridismos imagéticos e ficção
no Sesc Boulevard
Pedro Hussak Ramos
(UFRuralRJ – Filosofia)
Jacinto Lageira (Université en Arts et médias, Paris 1 – Panthéon-Sorbonne)
Orlando Maneschy (PPGArtes – UFPA | Faculdade de Artes Visuais – ICA – UFPA)
Mediação: Carolina Venturini (Faculdade de Comunicação – UFPA | Doutoranda – UNAMA)

20h_ IV Mostra de Projeções Fotoativa Arquivos e outras memórias
na Praça das Mercês

 


 

25 agosto SÁBADO

10h Mesa 5 _ Arquivos e memórias: Fordlândia, um arquivo moderno a céu aberto
no Sesc Boulevard

Françoise Parfait (Université en Arts et médias, Paris 1 – Panthéon-Sorbonne)
Eric Valette (Faculté des Arts d’Amiens, Universidade Picardie Jules Verne)
Alessia de Biase (Laboratoire Architecture Anthropologie UMR LAVUE, École Nationale d’Architecture de Paris)
Jan Kopp e coletivo Suspended Spaces
Mediação: Daniel Lê (Suspended Spaces) e Camila Fialho (Associação Fotoativa)

16h Mesa 6 _ Imagens de arquivo
no Sesc Boulevard
Sávio Stoco (Mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes-Unicamp | Doutorando – USP)
Susana de Souza Dias (Faculdade de Belas Artes em Lisboa / PT)
Nassif Jordy (Belém / PA)
Mediação: Felipe Pamplona (Núcleo de Produção Audiovisual | Casa das Artes – Fundação Cultural Tancredo Neves)

19h _ Conferência de encerramento com Christian Bendayán (Lima / Peru) Cartografias da fotografia amazônica:  imagens e arquivos fotográficos do Peru

21h _Encerramento do X Colóquio Fotografia e Imagem
Fotovaral Fotoativa 34 anos luz 

Performance de bolso com Nando Lima
Bolo de aniversário 34 Anos Fotoativa
Som na Praça com Félix Robatto

Sobre o Programa de Pós-Graduação em Artes

O Programa de Pós-Graduação em Artes encontra-se na Área de Avaliação em ARTES/MÚSICA e sua Área de Concentração é em Artes. Desenvolve atualmente cursos em duas modalidades: o Mestrado Acadêmico, recomendado em 24/04/2008 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); e o Doutorado, cujo funcionamento foi autorizado em dezembro de 2015 e cuja primeiro Processo Seletivo se deu no primeiro semestre de 2016. Com a implantação do Programa de Pós-Graduação em Artes, desenvolveu-se na região norte do país, na capital de Belém do Pará, a única e relevante alternativa para a formação de pessoal, em termos de pós-graduação na área de Arte, abrangendo as linguagens artísticas de Música, Visuais, Cênica e suas interfaces. O Programa mantém um constante intercâmbio com importantes polos intelectuais do cenário nacional e internacional.

Ressalta-se que os projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes estão diretamente articulados às linhas de pesquisa do programa, assim como os projetos de mestrado e doutorado por eles orientados e, também, as disciplinas ministradas, as quais buscam servir de subsídio para a produção intelectual do programa como um todo. Vale dizer que, entre as disciplinas ofertadas, constam itens obrigatórios diretamente em diálogo com a construção metodológica das pesquisas em desenvolvimento, e um quadro de disciplinas optativas, recomendadas aos discentes conforme as linhas de pesquisa às quais seus projetos estejam articulados, constituindo-se, portanto, como embasamento epistemológico relevante para as pesquisas em andamento, em diálogo com referenciais outros, além dos específicos dos projetos de cada estudante.

Sobre a Associação Fotoativa

A Fotoativa é uma associação cultural sem fins lucrativos em atuação em Belém/PA desde 1984. Fundada por Miguel Chikaoka, no contexto de abertura política do Brasil, na confluência de ações e experiências coletivas como o Fotovaral, Grupo FotoOficina (1982-1984), o Fotopará – Mostra Paraense de Fotografia (1982-1984) e Grupo Fotopará (1984- 1986), ela se consolida como um núcleo de referência singular para o desenvolvimento e integração da fotografia no contexto sociocultural da região amazônica. Hoje é formada por um corpo de artistas, educadores e pesquisadores de diversas áreas em constante renovação, abarcando outras linguagens em suas práticas e reflexões.

Em seus mais de 30 anos de história, traz na experimentação a fonte do reinventar de cada dia. O fazer coletivo, inicialmente vinculado à fotografia, constitui sua espinha dorsal e firma sua essência em processos colaborativos e dialógicos. Práticas artesanais e lúdicas ganham especial fôlego em oficinas e ações junto a diferentes comunidades e populações da região. A educação, em sua acepção expandida, é um dos pilares de base que fazem da Fotoativa um movimento viral que se expande para além de suas paredes, através da instrumentalização sensível de educadores e curiosos. As dinâmicas de trocas e partilha afirmam a associação enquanto um potente lugar de encontro que se irradia a partir de uma programação que abrange desde rodas de conversas informais, grupos de estudos (pedagógicos e artísticos), ateliês práticos, passando por palestras, seminários, exposições, intervenções urbanas, até almoços e jantares que fortalecem ainda mais o espírito coletivo. A comunhão da diversidade de saberes é celebrada na construção do conhecimento, fazendo da pesquisa (seja acadêmica, experimental ou empírica) seu outro pilar de sustentação sempre em busca de novas formas de impulsionar o debate. Em 2005 se fixa em casarão antigo na praça das Mercês, onde até hoje desenvolve suas atividades.

 

Realização:

Associação Fotoativa

Programa de Pós-Graduação em Artes – PPGARTES – UFPA

Ministério da Cultura | Governo Federal

Patrocínio :

Milton Kanashiro – Arte, Cultura e Cidadania

Parceiros :

Centro Cultural Sesc Boulevard | Núcleo de Fotografia, Fundação

Cultural do Pará, Centre de Recherche en Arts et Esthétique, CRAE, Université de Picardie,Jules Verne, UFR des Arts, Institut ACTE, Université Paris 1 Panthéon- Sorbonne, Laboratoire Architecture Anthropologie UMR LAVUE, ÉcoleNationale d’Architecture de Paris, La Villette

Apoios:

Casa de Estudos Germânicos – CEG | UFPA , Instituto Goethe | DAAD – German Academic Exchange Service, Aliança Francesa de Belém, Institut Français Brasil, Embaixada da França no Brasil, Fundação Calouste Gulbenkian, Fondation Nationale des Arts Graphiqueset Plastiques e Cofecub | Capes.


Postado por

Fechado para comentários.

http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html