Uma oficina para viver a rua como segunda pele

e refletir sobre arte na cidade e o direito de se manifestar
e intervir para além das práticas cotidianas
e ocupar o espaço público
e potencializar relações com a paisagem urbana
e instigar novas possibilidades de ação
e contestar modelos de ocupação urbana excludentes
e propor outros usos de espaços ociosos da cidade
e multiplicar ações no ambiente urbano
e construir coletivamente
e perceber a cidade como um corpo político
e a imagem como canal para
ocupar
interagir
subverter
resistir

seja nos meios onde vivemos ou em outras praças.

 

Fotografia na rua: imagem e intervenção urbana
Com Lorena Costa e Pedro Clash
Dias 23, 25 e 30 de outubro, 1º e 3 de novembro
No casarão da Fotoativa (praça das Mercês)
Todos os dias de 19h às 22h, exceto dia 3/nov que será de 10h às 13h
Para pessoas a partir de 16 anos.
Carga horária: 20 horas.
Informações: (91) 989928057 ou (11) 972440736

Investimento
R$ 150,00 (para pagamento à vista, em dinheiro, débito automático cheque ou transferência bancária).
R$ 170,00 (para pagamento parcelado em até 2x no cartão de crédito).

*Associadas e associados Fotoativa têm 10% de desconto, independente da forma de pagamento.

 

Inscreva-se aqui!

 

Lorena Costa iniciou sua experiência com a fotografia em 2010 e desde lá vem desenvolvendo projetos independentes. Mestra em Antropologia, pela Universidade Federal do Pará, realiza pesquisas nos campos da Antropologia Urbana, Gênero, Antropologia Visual e Cibercultura. Membro do VISAGEM – Grupo de Estudos em Antropologia Visual e da Imagem (UFPA) desde 2013, onde integra a linha de pesquisa Imagens no Ciberespaço. Como integrante do grupo, fez parte da organização do Encontro de Antropologia Visual da América Amazônica – EAVAAM em 2014. Em 2016, participou da exposição Alfabeto de Ficções, na Associação Fotoativa e da exposição Cem Mulheres em Foco por Elas Mesmas (SP). Publicou os ensaios fotográficos Se você colocou o seu chapéu, você é a maruja verdadeira! em 2015 e Riscos do Ver O Peso em 2017 na Revista Visagem. Atualmente coordena o projeto Acervo: Incursões Etnográficas Coletivas, realizado pela UFPA (Prêmio Proex de Arte e Cultura).

Pedro Clash é formado em Cinema, atuou na área de produção em filmagens diversas no período de 2004 a 2009. Desde 2012 atua como fotógrafo e a partir de viagens e pesquisas desenvolve a fotografia de rua e autoral como séries. Participou brevemente do Coletivo Fotografia Urbana e atualmente faz parte do Coletivo Cinza Jambo. Em 2013 teve trabalhos selecionados para as exposições coletivas InstaFoto no Hotel Galeria e Pinagram no Reserva Cultural. Em 2014, foi um dos selecionados ao 5º Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia, com a série O Menino, e em 2018 para o 9º Prêmio com a série Limite. Atua ainda como montador e curador independente, participando das exposições O Trabalho e o Trabalhador (Palacete Carmelita, 2016) e Passagem Literária da Consolação (SP, 2017), Estranhas Entranhas e Despir-se e Vestir-se de Angela Fernandes (2017) e em 2018 como montador na mostra coletiva Inconsciência (Galeria Tribo – SP).

 

** Texto colaborativo: Raphíssima, Lorena Costa, Pedro Clash.


Postado por

Comunique-se conosco, deixe um comentário.


http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html