Pinholeday Belém 2012 supera a marca dos 100 participantes

Ver imagens capturadas por uma pinhole criando formas ou impressas em papel fotográfico sempre é novidade para alguns e ao longo do domingo dedicado a fotografia artesanal, em Belém, no último dia 29 de abril, contrapontos deixaram evidente que nunca é tarde para conhecer um pouco desta prática. O Pinholeday Belém 2012, da Fotoativa, recebeu um público de 140 pessoas durante as 8 horas de Jornada deste ano que foi realizada no espaço do Fórum Landi, no bairro da Cidade Velha.

Pela primeira vez, em 11 anos de realização, A Associação Fotoativa promoveu o evento fora de sua sede e contou com o espaço público da Praça do Carmo, área externa ao Fórum Landi, como cenário. Houve quem, aos 7 anos de idade, já tivesse participado de dois Pinholedays e quem, já adulto, nunca tivesse visto uma fotografia pinhole.

Dalissa Cabral

O “Seu Manoel” é vendedor ambulante e conhecedor daquela paisagem há anos e ficou encantado ao ver uma fotografia pinhole pela primeira vez. “Essa foto foi feita com essa camerazinha?”, perguntava ele com estranhamento. E aprovando o resultado concluiu: “A foto fica muito bonita, mesmo”.

Acompanhada da mãe, Bárbara Nunes, de 7 anos de idade, exibia suas fotografias orgulhosa. Falou do quanto gostava de participar e lembrou que este era seu segundo ano no evento.

D. Leopoldina Maria de Araujo, revelou já estar acima dos 60 anos e deixou claro que idade não conta quando se trata de viver novas experiências. Ao preencher com mais uma fotografia sua ficha de participação, enfatizou: “Nunca é tarde para viver. Eu sempre participo dos eventos da Fotoativa.”

A programação contou com mostra de vídeos, oficina de Câmera Obscura que foi conduzida por Adriele Silva, trasmissão online por meio das redes socias e blog da Fotoativa e a presença de nomes importantes da Fotografia paraense como Guy Veloso, Alexandre Sequeira, Irene Almeida, além de Miguel Chikaoka.

Tamara Saré

A Presidente da Associação, Tamara Saré, afirmou ter ficado feliz com a participação do público e destacou o empenho de todos os colaboradores para a realização do evento.

O Coordenador do Núcleo de Formação e Experimentação, Miguel Chikaoka, concordou com Tamara quanto ao saldo positivo do Pinholeday Belém 2012, e ponderou ao mencionar os contratempos enfrentados, reiterando que eles só contribuem para a melhoria do evento nas próximas edições.

Como nos anos anteriores, a Jornada Pinholeday teve sua fase preparatória com uma semana de oficinas.

Ministradas por Miguel Chikaoka, a Pin Lux mostrou aos participantes como fazer um aparato de captura de imagens, a  partir de uma simples caixa de fósforos; já a Pinhole Digital propôs “experimentos com a captura da luz-imagem projetada sobre o sensor de uma câmera digital através de um pequeno orifício produzido em um tampo que substitui a objetiva”.

Irene Almeida e Débora Cabral foram as responsáveis pela oficina de Mini-Pinhole,  a mesma câmera usada no dia da jornada,  que possibilitou o aprendizado de como construir uma câmera a partir de uma base de madeira, um recipiente para guardar filmes fotográficos e alumínio.

O trabalho agora é de pós-produção do evento com a divulgação, prevista para este domingo, 27, das imagens capturadas no dia da Jonada no site do Pinholeday (http://www.pinholeday.org/).

Joyce Nabiça

 

Texto: Rosana Itaparica


Postado por

Fechado para comentários.

http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html