BREVE HISTÓRICO

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc

Iniciamos a ocupação do imóvel 19 da Praça das Mercês, Centro Histórico de Belém em 2004, a partir da assinatura de contrato de comodato com a Prefeitura Municipal de Belém.

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc

Como o estado de conservação do imóvel apresentava-se muito degradado, com sérios riscos à sua integridade, tivemos que empreender inicialmente um conjunto de ações emergenciais para garantir a estrutura e tornar possível o uso dos ambientes menos degradados.

 

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc

 

Paralelamente firmamos uma parceria com o Escritório Modelo de Arquitetura da UFPA e a Petrobrás, para elaborar um inventário arquitetônico e um projeto de restauro do casarão. Entrementes, em 2008, a nossa sede foi contemplada pelo IPHAN com um restauro completo da fachada.

Com o projeto de restauro em mãos, fomos em busca de recursos para implementá-lo. Finalmente, em 2011, com verba alocada junto ao Governo Federal (Ministério do Turismo) e o Governo do Estado (SECULT) – com esta responsável pela gestão e acompanhamento técnico, assistimos o início das obras.

Na medida em que as obras foram avançando tivemos que desocupar o casarão para que as mesmas pudessem fluir sem empecilhos.

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc

A previsão de entrega era para 2012, mas isso não se concretizou devido a erros e lentidão no tratamento dos processos, tanto no nivel técnico quanto no administrativo e jurídico. O reflexo disso foi percebido nas inúmeras paralisações ocorridas em todo esse período.

Por fim, em junho de 2015, a empresa que vinha executando o restauro, decidiu abandoná-lo.

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc

Diante desse quadro, sem uma definição quanto a retomada e finalização da obra, decidimos voltar ao casarão. Desde então, junto com a mudança, tivemos que empreender um rol de ações como limpar o canteiro de obras e instalar ambientes para as atividades básicas.

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc

No momento estamos empenhados na adequação técnica e melhorias em todos os espaços para garantir o mínimo de condições para o desenvolvimento de atividades e a possibilidade de investir mais na captação de recursos necessários para a nossa sustentabilidade.

Uma vez reinstalados, iniciamos uma série de mutirões com contribuições variadas, de materiais a horas de trabalho físico coletivo, para atingir nossa meta de no segundo semestre de 2016, estar com plena capacidade de uso do casarão.

Assim reinauguramos os espaços do segundo andar com a exposição coletiva Alfabeto de Ficções do grupo Laboratório de Projetos, seguida da oficina De Olhos Vendados que passou a utilizar criativamente o espaço.

Seguimos reconstruindo pouco a pouco o espaço, através da rede de fotoativistas e parceiros. Enquanto isso, mesmo cientes de que a conjuntura é desfavorável, continuamos atentos aos trâmites pela abertura de uma nova licitação para a continuidade do restauro.

 

Microsoft Word - RESTAURO-160528.doc
Se você tem interesse, saiba como pode contribuir.

quero-contribuir

http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-2.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22142.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22136.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-d22138.html http://www.fotoativa.org.br/blog/nike-tn-.html